sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

JAMES NACHTWEY - O FOTÓGRAFO DA GUERRA

     Assisti a um documentário sobre "James Nachtwey" que me impactou muito. Todos os conflitos que ele fotografou são muito rescentes, difícil de acreditar para quem não tem cultura de guerra, e então resolvi compartilhar. Todo ser humano deve vê-las.
O que nos conforta perante essas fotos é a possibilidade da Paz.

     James Nachtwey cresceu em Massachusetts e graduou-se pelo Dartmouth College, onde estudou História da Arte e Ciência Política (1966-1970). Imagens da Guerra do Vietnã e o movimento pelos direitos civis americanos tiveram um efeito poderoso sobre ele e foram instrumentais na sua decisão de se tornar um fotógrafo. Ele trabalhou a bordo de navios da Marinha Mercante e, enquanto ensinava-se fotografia, ele era um aprendiz de editor de notícias de cinema e um motorista de caminhão.
     Em 1976 começou a trabalhar como fotógrafo de jornais no Novo México, e em 1980, mudou-se para New York para começar uma carreira como fotógrafo freelance da revista. Sua primeira missão estrangeira era para cobrir guerra civil na Irlanda do Norte em 1981, durante a greve de fome do IRA. Desde então, James Nachtwey tem se dedicado a documentar guerras, conflitos e questões sociais críticas. Ele trabalhou em amplos ensaios fotográficos em El Salvador, Nicarágua, Guatemala, Líbano, Cisjordânia e Gaza, Israel, Indonésia, Tailândia, Índia, Sri Lanka, Afeganistão, Filipinas, Coreia do Sul, Somália, Sudão, Ruanda, África do Sul , Rússia, Bósnia, Chechênia, Kosovo, Roménia, Brasil e Estados Unidos.
     Nachtwey foi fotógrafo contrato com a revista Time desde 1984. Ele estava associado com o Black Star de 1980 - 1985 e foi membro da Magnum desde 1986 até 2001. Em 2001, ele se tornou um dos membros fundadores da agência de fotografia, VII. Ele teve exposições individuais no International Center of Photography, em Nova York, a Bibliothèque Nationale de France, em Paris, o Esposizione Palazzo, em Roma, o Museu de Arte Fotográfica, em San Diego, na Culturgest, em Lisboa, El Circulo de Bellas Artes em Madrid, Fahey / Klein Gallery, em Los Angeles, no Massachusetts College of Art, em Boston, na Galeria da Canon e da Nieuwe Kerk em Amsterdã, na Carolinum em Praga, e do Centro Hasselblad, na Suécia, entre outros.
     Ele recebeu inúmeras homenagens, tais como o Common Wealth Award, Martin Luther King Award, Dr. Jean Mayer Prêmio Cidadania Global, Prêmio Henry Luce, Robert Capa Gold Medal (cinco vezes), o World Press Photo Award (duas vezes), Revista Fotógrafo de do ano (sete vezes), o International Center of Photography Infinity Award (três vezes), o Prêmio Leica (duas vezes), o Prêmio Bayeaux para os correspondentes de guerra (duas vezes), o Prêmio Alfred Eisenstaedt, o Canon Photo Award ensaísta e W. Eugene Smith Grant Memorial em Fotografia Humanista. Ele é um companheiro da Photographic Society Real e tem um Doutoramento Honorário em Belas Artes pela Massachusetts College of Arts.

"Eu tenho sido uma testemunha, e essas imagens são
o meu testemunho. Os eventos que eu deveria ter gravado
não pode ser esquecido e não deve ser repetido."

-James Nachtwey-

Afeganistão, 1996 - Luto a um irmão morto por um foguete do Taliban



 
Afeganistão, 1996 - O jogo de Buzkashi foi trazido ao país pelo
Genghis Khan.



 
Afeganistão, 1996 - Vítimas de minas terrestres apredendo a andar
com próteses na clínica do CICV



 
Afeganistão, 1996 - Ruínas de Cabul, guerra civil.





Afeganistão, 1986 - Mujahedin enquanto rezava em uma operação
contra o exército soviético.


 


Guatemala, 1983 - Clero viajavam em helicópteros militares
com o Papa João Paulo II, na zona de guerra.





El Salvador, 1984 - Exército evacuando soldades feridos
do campo de futebol da vila





Nicaragua, 1984 - Relíquia de guerra tornou-se
um monumento em um parque.



Romênia, 1990 - Um orfanato para "incuráveis".





".Romênia, 1990 - Uma orfã em uma instituição para "incuráveis".




Bósnia, 1993 - A limpeza étnica em Mostar. Incêncios milicianos
croatas em seus vizinhos mulçumanos.



 Bósnia, 1993 - Soldade ferido.


Bósnia, 1993 - Luto de um soldado morto na guerra civil.



Zimbabwe, 2000 - Uma enfermeira com tuberculose,
onde a grande maioria dos pacientes sofrem com AIDS

África do Sul, 2000 - A avé cuida da criança afetada pelo HIV



África do Sul, 2000 - Cuidador e consolador de uma vítima da AIDS


Irlanda do Norte, 1981 - Truck invadida por manifestantes católicos
durante a freve de fome de Bobby Sands.



Nicarágua, 1984 - Contra mortalmente ferido em guerra na selma.


Bósnia, 1993 - Luto de um soldade morte e enterrado pelos sérviso no que
foi uma vez um campo de futebol.


África do Sul, 1992 - Soweto, crianças sobem em um trampolim


 
África do Sul, 1992 - Jovens Xhosa em rito de passagem.


Sudão, 1993 - Vítima da fome em um centro de alimentação.


 
Somália, 1992 - Criança faminta, um homem passa ao fundo com
uma arma para extermínio.



Sudão, 1993 - Vítima da fome prestes a receber água em um centro
de alimentação.



Somália, 1992 - Enterro de vítima da fome sendo costurada
em mortalha.



Somália, 1992 - Levantamento de um filho morto para levá-lo
pára um vala comum.


 
Albânia, 1999 - Deportados Kosovares reunidos em compo de refugiados.




Kosovo, 1999 - Deportees retornou durante o tempo de colheita.



Kosovo, 1999 - Ruínas de Djacovica, destruída por sérvios.


 
  Alemanha Oriental, 1990 - Poluição de uma fábrica de coque.


Tchecoslováquia, 1990 - Contaminadas por metais no ar de
 uma fábrica de alumínio.


 
Alabama, 1994 - Preso na turma da corrente.


Alabama, 1994 - Preso da turma da corrente.


Paquistão, 2001 - Um centro de reabilitação para viciados e heroína.



Paquistão, 2001 - Viciados em heroína.



Ruanda, 1994 - Sobreviventes de hutus compo de extermínio.



Índia, 1993 - Intocáveis trabalhando em um fábrica de tijolos.





Chechênia, 1996 - Ruínas de Grozny Central.


West Bank, 2000 - Palestinos lutando contra o exército israelense.




Indonésia, 1998 - Um mendigo lavou as crianças em um canal poluído.


Indonésia, 1998 - Uma criança dormia fora altamente
drogada nas ruas de Jacarta.


 

Nova York, 2001 - Colapso da torre sul do Word Trade Center.


Nova York, 2001 - A procura de sobreviventes.


Nova York, 2001 - Ruínas do Word Trade Center.

Estes são casos em que uma imagem valem mais que mil palavras.







3 comentários:

  1. Parabéns Dedé! Seu blog ficou excelente! Já coloquei no facebook.Espero que meus amigos sejam inteligentes p/ visitar. bjs. Soraya

    ResponderExcluir
  2. amei seu blog.muito ciativo parabens...

    ResponderExcluir
  3. Baixar o Documentário - Fotógrafo de Guerra - http://mcaf.ee/arbcg

    ResponderExcluir